Nota de apoio aos moradores do Curado, que realizaram manifestação no TIP


Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Na manhã desta segunda-feira (2), os moradores do bairro Curado realizaram uma justa e necessária manifestação na entrada do Terminal Integrado de Passageiros (TIP), em reação à abusiva alteração que o governo do Estado fez, atendendo aos interesses dos donos das empresas de ônibus, no processo de integração do transporte público de passageiros.


Na prática, essa alteração impossibilitou a ideia de um sistema de transporte verdadeiramente integrado para a Região Metropolitana do Recife. Antes, pagando com o cartão VEM ou em dinheiro, qualquer pessoa utilizava ônibus e metrô pagando uma única passagem. Isso acabou.


Agora, quem usa dinheiro para adentrar em terminais integrados como o TIP ou a Estação Recife terá que pagar mais uma vez para poder usar os ônibus que fazem a integração com o metrô nestes locais. Até mesmo para quem está usando o cartão VEM, a integração não está garantida, como é o caso de muitos passageiros do Curado, pois o novo sistema é temporal, com o prazo de integração de duas horas. Com os problemas no trânsito e engarrafamentos que prolongam as viagens, não é incomum ultrapassar esse limite e ter que pagar uma nova passagem.


"A gente tem um problema muito sério de mobilidade para o Curado. Tem a BR-232, que não foi melhorada, e, desde o dia 15 de fevereiro, implantaram a integração temporal, que dá direito a duas horas para fazer a integração. Então, como tem esse problema na BR, quem vem da Joana Bezerra ou do Barro, vai ser debitado aqui porque lá o sistema não é integrado. Ou seja, o curadense está pagando duas, três passagens em média para voltar para casa", explicou um dos líderes da manifestação, Antônio Albuquerque, para a FolhaPE.


É preciso dizer que tal alteração na ideia de integração não seria possível sem a colaboração e consentimento do governador Paulo Câmara e dos prefeitos da Região Metropolitana, por meio do Grande Recife Consórcio de Transporte. Eles agiram para beneficiar os cofres das empresas de ônibus e aumentar os gastos da população com transporte. Teria sido uma forma do governo compensar o fato de não ter autorizado o reajuste das tarifas de ônibus em 2020?


O Sindicato dos Rodoviários do Recife e RMR apoia a manifestação realizada no Curado e se solidariza com a população. O ataque ao funcionamento do sistema integrado está vindo se somar à implementação da dupla função. Ambas são iniciativas que atacam os interesses dos rodoviários e dos usuários do transporte público.

  • Branca Ícone Instagram

Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários Urbanos de Passageiros do Recife e Região Metropolitana, Mata Sul e Norte de Pernambuco. Rua Araripina, Santo Amaro, 111, Recife-PE. CEP 50040-170. Fone: (81) 3048.6010. CNPJ 11.026.788/0001-21