MPT ajuíza ação contra empresas de ônibus

Sindicato segue na luta pelo cancelamento de todas demissões


Diante das inúmeras denúncias recebidas pelo Sindicato dos Rodoviários do Recife e RMR de que as empresas estão descumprindo o acordo de cancelar todas as demissões, O Ministério Público do Trabalho (MPT) em Pernambuco ajuizou na última quinta-feira (23), ação contra as 16 empresas de ônibus que não atenderam a solicitação do órgão ministerial no procedimento de mediação que reverteu a dispensa de cerca de três mil rodoviários e rodoviárias. O MPT informou que solicitou a relação dos/as trabalhadores/as desligados/as por empresa, que foram readmitidos pelas companhias de transporte coletivo urbano da Região Metropolitana do Recife (RMR). A ação está em análise na 6ª Vara do Trabalho do Recife. Segundo Aldo Lima, presidente do sindicato, essas demissões têm o único intuito de se aproveitar do momento da pandemia do novo coronavírus e gerar lucros para as empresas. “Não vamos arredar o pé um minuto, continuaremos na luta pelo cancelamento de todas as demissões. Que seja cumprido o acordo que foi firmado com a presença do governo de PE e mediado pelo MPT, continuaremos fiscalizando e acompanhando todo o processo e mantendo a categoria informada. Acreditamos no retorno de todos e todas, é através da luta que conseguiremos alcançar nossos ideais e vitórias” , complementou Aldo. Reintegração de todos os demitidos já!