Fiscalização do Sindicato dos Rodoviários no T.I. Camaragibe

Na madrugada deste 1 de Junho o Sindicato esteve presente no T.I. Camaragibe e fechou a integração em virtude de denúncias recebidas de que 6 linhas, sem autorização do Grande Recife, iriam entrar em operação sem o cobrador.



Em virtude da pressão feita pela entidade sindical, a empresa Mobi Brasil recuou da sua intenção e nós liberamos a saída dos ônibus por volta das 5h.


Durante a nossa presença flagramos a superlotação dos ônibus que chegavam na integração e o mecanismo ilegal e humilhante implementado pela Mobi Brasil de só permitir que passageiros que pagariam a passagem em dinheiro passassem a catraca apenas ao chegar na integração de Camaragibe. Sendo que neste momento (como o sindicato já flagrou e denunciou ao Grande Recife desde Dezembro de 2019), sobe uma funcionária no veículo, recebe o dinheiro do passageiro e registra a passagem com um cartão VEM. Ou seja, altera artificialmente a realidade para fazer parecer que os usuários daquela linha não costumam pagar a passagem em dinheiro para que, assim, tente justificar junto ao Grande Recife, a implementação da dupla função.