Esclarecimento à categoria rodoviária


No último sábado 15/01/2022, fomos surpreendidos por um vídeo que circulou nas redes do diretor do Conselho Fiscal, Anderson (CDA), informando que estava rompendo com a gestão O Guará e se juntando à oposição patronal de Roberto Carlos.

Infelizmente, Anderson não entendeu que nossa gestão, diferente das anteriores, não se pauta por ganhos pessoais ou privilégios para diretores.


Nos orgulhamos em ser uma gestão autônoma, independente dos patrões e de luta. O que nos pauta são os ganhos coletivos da categoria. Toda a categoria sabe que essa oposição está no bolso da Urbana e só atende ao interesse da patronal. Não à toa, o Sr. Roberto Carlos, empresário detentor de uma frota de ônibus, tem sua liberação remunerada garantida pela patronal, sem ter nenhuma legitimidade legal ou politica para isso.


Nós não nos curvaremos diante de pressões oportunistas e mesquinhas, seja de onde vierem. Esperamos que Anderson tenha a decência de renunciar ao mandato pelo qual foi eleito, uma vez que resolveu por conta própria construir o projeto dos patrões.


Teremos muitas lutas pela frente e, com o apoio da categoria, o sindicato se fortalecerá pela base.