Caxangá desrespeita acordo e aglomera rodoviários em meio à pandemia



A Empresa Caxangá, mesmo com o acordo cancelando as demissões assinado nesta quarta-feira (08) em audiência mediada pelo MPT, continua a convocar os trabalhadores para rescindir os contratos de trabalho.


Além de desrespeitar o acordo assinado, a Caxangá desrespeita a saúde dos seus funcionários, já que convoca tantos rodoviários de uma só vez, causando aglomeração em meio à pandemia. Desrespeita também o governador Paulo Câmara, desconsiderando todo o protocolo adotado pelo governo para conter o avanço do coronavírus em Pernambuco.


Várias empresas estão adotando procedimentos parecidos, entre elas a Cidade Alta, Rodotur, Itamaracá e Borborema. A corrida dos patrões é para tentar dificultar a reintegração. Mais uma vez, insistimos para que os rodoviários não assinem qualquer documento ou entreguem exame médico.


O único chamado dos empresários que deve ser atendido é o de retorno ao trabalho. Pelo acordo assinado entre a Urbana-PE e o Sindicato dos Rodoviários, toda a categoria rodoviária está com estabilidade no emprego até setembro.

  • Branca Ícone Instagram

Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários Urbanos de Passageiros do Recife e Região Metropolitana, Mata Sul e Norte de Pernambuco. Rua Araripina, Santo Amaro, 111, Recife-PE. CEP 50040-170. Fone: (81) 3048.6010. CNPJ 11.026.788/0001-21